Webmail

 
 

Rua Dom João VI, 2850
Jardim Aydê - Dourados - MS
CEP 79831-340

 

Telefones
(67) 3424-1504

 

Quem Somos


 

NOSSA HISTÓRIA

O marco inicial da história da educação teológica Batista do então estado do Mato Grosso deu-se na Assembleia anual da ASSIBAS-MS, na cidade de Ponta Porã, no ano de 1968. O intuito era o de criar um curso que qualificasse os obreiros leigos e missionários, no campo mato-grossense, para o exercício pastoral, sem que esses precisassem se deslocar para os grandes centros de formação teológica Batista. Tal decisão mobilizou as igrejas Batistas do sul do então Mato Grosso e, em maio de 1969, foi aprovado o funcionamento do “Instituto Bíblico” na cidade de Dourados. Inicialmente os cursos foram realizados por módulos em períodos específicos sob a direção da missionária Esther Gomes Ergas, da missionária Ann Mae Louise Wollerman (que viria a dar nome ao futuro Seminário e Faculdade), do evangelista Nelson Alves dos Santos, do Professor José Pereira Lins, dentre outros.

Em Junho de 1974 o projeto e as ações de educação teológica foram potencializados e incrementados com uma série de investimentos, especialmente na área patrimonial. O Instituto Bíblico adquiriu uma propriedade e iniciou as primeiras edificações para alojar os alunos e as alunas. No dia 02 de novembro de 1974 foi criado, com sede em Dourados, o “Instituto Teológico Batista Ana Wollerman”, uma justa homenagem à missionária que dedicou mais de trinta anos de relevantes serviços à causa do Reino de Deus no Estado do Mato Grosso. Os anos de 1975 a 1978 foram marcados pelo aumento expressivo no número de alunos e alunas. Também neste período o patrimônio continuou em franca expansão, sendo que em 1976 foi adquirida a propriedade em que hoje acomoda a atual sede da Faculdade Teológica Batista Ana Wollerman.

A partir de 1978 a expansão do Instituto Teológico Batista Ana Wollerman continuou na parte patrimonial com largo auxílio da família Kellum (dos EUA). Mediante parceria com a Missão Batista Canadense chegaram, em 1978, o casal de professores Karl Roland Janzen e Kathleen Janzen e, em 1979, o casal de professores Gary Rolph e Jeanne Rolph. Em 1982 o Instituto pode construir a nova sede e transferir-se para acomodações mais apropriadas. Neste mesmo período foram implantados os cursos "livres"(Teologia, Educação Cristã e Música Sacra), já que a Teologia ainda não estava regulamentada por lei federal no país, recebendo o Instituto a designação de "Seminário Teológico Batista Ana Wollerman", passando à categoria de "Seminário Maior", ou seja, apto a ministrar a graduação (nível superior) em Teologia e demais cursos.

A educação teológica no STBAW continuou em crescimento como um curso "livre" durante o restante dos anos 80 e 90 e, hoje, diante do reconhecimento dos cursos de Teologia, que ocorreu a partir de 1999 pelo Ministério da Educação, pode olhar retrospectiva e perspectivamente.

A partir do ano 2000, a Faculdade Teológica Batista Ana Wollerman investiu e continua investindo, de forma cada vez mais incisiva, em uma formação que engloba qualificação na educação, nos valores éticos, na interpretação crítica da realidade extremamente plural, nos processos de transformação necessários, nos princípios humanos que regem a sociedade e no futuro desempenho dos ministérios da realidade eclesial. O projeto de credenciamento e autorização do curso, bem como de desenvolvimento do mesmo, ou seja, de 2001 até o presente momento também fomentou o crescimento institucional.

Nesses últimos anos a FTBAW amadureceu a sua inserção regional ampliando os quadros de ações educativas para além do trabalho com Igrejas (que continua exercendo), fazendo do ensino teológico um saber mais público e não somente confessional ao dialogar e atuar junto a diversos segmentos da sociedade civil, postura esta imprescindível para toda instituição e curso de Teologia que se pretenda legalizado pelo governo federal. Um exemplo disso é a parceria firmada na história recente da Instituição com o Centro Universitário da Grande Dourados (UNIGRAN) que, após estudos e elaboração do projeto no ano de 2006, a partir de 2007 iniciou-se o primeiro curso de Teologia na modalidade à distância (EaD) em um centro universitário laico (não religioso), ampliando essa experiência de uma teologia mais pública.

Os últimos desenvolvimentos na infra-estrutura (principalmente na acessibilidade física para os portadores de necessidades especiais e na ampliação do acervo da Biblioteca, na melhor formação docente, na seriedade administrativa e envolvimento ético, ministerial e social da Faculdade, revelam que as visões do passado se solidificam no presente e continuam abrindo perspectivas para o futuro.

Em mais de 36 anos de existência, a Seminário Batista Ana Wollerman já formou em seus mais diversos cursos (sejam eles de graduação ou livres) um número superior a 1.200 alunos, que hoje atuam em quase todos os estados brasileiros bem como em vários outros países. Alunos vieram de todas as regiões do país, e ainda, um número superior a 50 estrangeiros. Destaca-se o significativo número de alunos do continente africano que se formaram na FTBAW/SBAW e que, em sua maioria, retornaram para o seu país de origem. Diante disso tudo, a cada ano, só aumenta a nossa responsabilidade e o nosso desejo de oferecer um ensino de excelência para os atuais e para os futuros alunos.